poesia altos edifícios

Altos Edifícios [Poesia]

Ganho a vida aqui pelas ruas
Canto e me visto de palhaço
Arrecado os trocados que são
Jogados por estas gentes de bom coração…

Nunca me vi sentado numa sala de aula
Jamais percebi sua importância
Não sei falar difícil
E nem tive oportunidade para ser um rei de coroas e castelos…

Passo meus dias aqui pelas ruas
Engolido pelos altos edifícios
Escutando o som dos carros que
Se misturam ao som da minha voz rouca e desgastada…

Adormeço em qualquer praça
Após qualquer copo de leite
E um pedaço de pão o qual, os pagos com alegria…

No frio me perco com os meus
Sonhos e meus pés gelados
No calor aproveito e nem durmo
Pois sempre há gente para me achar engraçado
E trocados me ofertar…

Defeitos não tenho, creio ser perfeito, afinal quem disse
Que ser pequeno como eu, é imperfeito
Ganho a vida aqui pelas ruas
Canto e me visto de palhaço
E lhes digo… Sou Feliz…

Roberto R Camargo
14-09-1984

Veja também no Youtube: https://youtu.be/GtZJoxmPBRM

Inscreva-se em nosso Canal no Youtube

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: