poesia o lindo

O Lindo

O que é lindo o tempo não apaga
Nem se mostra triste
Reside feliz

Mas requer aproximação
Canção Ilusão
Não sem coração

Caminhos, são mares
Olhos que olham teu
Corpo navegando meus desejos…

São promessas essas estradas
Que queremos mais alegrias
E menos sofrimentos…

Em que queremos mais aventuras
E liberdade disciplinada
Ao contrário da rotina e da escravidão…

Queremos mais perenes do que
Ficarmos nos desertos armados
Em meu torpor, sonho com o
Tempo que ilumina lindo, essas belezas, feita você…

Fez-se lacônicos aqueles por amor não amou
E nos proscênios da vida não expressaram seus
Fervores de paixão…

Flores são magia da vida
Recebidas com emoção
Há lugares distantes e instantes de euforia
Vindas do nem sempre compreendido sentimento…

Ressentimento desata União
Com a união se constroem mundos
Mundos transformados, alados sorrisos…

As buscas os encontros
Quando encontro contigo
Digo o que sinto, sem receios

Os seios não temem separação
Mesmo sem os abrigos
Não brigo com os destinos, os deixo, seguir…

Ir ao teu abraço, espaço
E fazer destes passos
Ternuras e carinhos, caminhos, hinos de
Amor para o meu amor…

Feita mulher e eu feito homem
Despidos… Vestidos…
Acomodar… Suavizar…

Nossos carinhos
Aliviar as fúrias como quiser…
Minha boca há muita emoção inspirada em você…

Roberto R Camargo
18-10-1984

Veja também no Youtube: https://youtu.be/l62N96WAOdA

Inscreva-se em nosso Canal do Youtube